(Resenha) Cidade Invisível

Após uma tragédia familiar, um homem descobre criaturas folclóricas vivendo entre os humanos e logo se dá conta de que elas são a resposta para seu passado misterioso.
Esse resumo da série peguei no site oficial mesmo da plataforma da mesma, a Netflix!
Poderia começar essa resenha de inúmeras maneiras mas uma em questão se encaixa ao meu ver ao que senti vendo a série.

FINALMENTE UMA SÉRIE BRASILEIRA DE RESPEITO!
É bem assim mesmo que me sinto ao ver uma série tão bem articulada e amarrada e que finalmente usando temas de fantasia/folclóricos do nosso Brasil.
Cansado de ver gringo pegar nossa cultura, mastigar e nos vender de volta e grande parte do público bater palma.
Impressionante como uma série feita em sua maioria com artistas ex-Globais conseguiram passar uma atmosfera tão distinta quanto as séries produzidas pelo Grupo Globo, parece bizarro, mas senti os atores mais livres e entregues ao papel.
Eu particularmente tenho uma birra com as séries seguindo esse gênero do Grupo Globo, porque do nada tem uma figurinha carimbada da emissora no meio ou alguém querendo dar um clima de comédia pastelão em algo sério.

Cidade Invisível veio bem na hora que eu estava desacreditado com o entretenimento Made in Brasil, principalmente usando temas folclóricos.
Eu moro na cidade de Tremembé no Vale do Paraíba, cidade essa colada com a de nome Taubaté, sim a cidade de Monteiro Lobato, Sítio, Cuca, Saci e etc.
Algo que sempre me desagradou era que temas folclóricos sempre eram vistos e representados por figuras infantis, cartunescas, era meio que os personagens vivos para a criançada tirar foto.
Uma coisa que o pessoal da minha região do entretenimento tem medo de dizer, mas eu digo, pois sou o Ju-Sama, cansa ver nossa região limitada apenas ao cultural folclórico colonial, não discuto seu valor que sim é imenso ,mas estamos em 2021 e usar o folclore em outros segmentos do entretenimento e em outros caminhos é crucial para atingir a massa.
Pois bem, dito isso veio essa série da Netflix que aborda e usa figuras folclóricas do nosso Brasil de um jeito mais realista e ao mesmo tempo mais fantástico que fora usado até hoje.
Como sempre não vou entrar em detalhes para não soltar spoiler para quem ainda não assistiu, mas algumas coisas tenho  que atenuar em Cidade Invisível.

A mescla do nosso mundo real com as figuras folclóricas foi algo genial, por mais que muitos torceram o  nariz pois ainda estão presos nas representações antigas e cartunescas das figuras folclóricas, colocar o “eles estão no meio de nós” apesar de aparentar ser um grande clichê, para mim foi algo fundamental para se amarrar os mundos, o nosso dos humanos com o das entidades.
Outra coisa que muita gente reclamou foi da série se passar no Rio de Janeiro, seja na cidade ou no Estado, por mais que as figuras folclóricas tendem a ser algo de várias regiões do país.
Ok entendo, mas temos que salientar que é uma série teste, não se sabia que cairia no gosto popular.
Fora também que apenas possui 7 episódios em uma temporada, pode se explorar mais ainda a mesma nos demais episódios se o assim tiverem.
Temos a Pandemia, logística, custo que sabemos que é alto no Brasil, pega tudo isso então o fato de se fazer um material tão bem acabado nacional, com locações reais mesmo que apenas em um Estado está muito bom.
Um dos grandes feitos da série ao  meu  ver é entregar algo com desfecho e ao mesmo tempo uma ponta solta para novas tramas, então se Cidade Invisível apenas ter uma temporada ela terá cumprido seu papel, foi finalizada a trama central e nos mostra mesmo que em poucos minutos as sub tramas de fundo e até mesmo das lendas folclóricas.

Mas é claro que se tiver uma nova temporada será muito mais que bem vinda, o que foi usado de folclore não foi nada, temos muito mas muito mais tesouros de lendas para serem explorados pela série.
Volto a dizer que quero evitar o máximo de informações sobre a série nessa resenha, sei que nesse exato momento a rede está lotada de spoilers, quem é quem e por ai vai da série e uma coisa que prometi a mim mesmo é ser autêntico nas minhas resenhas.
O que escrevo seja aqui na revista ou em meu blog, são resenhas de séries, filmes que realmente eu assisti.
Por isso gosto de aprofundar mais a minha visão da coisa do que jogar um texto padrão aqui  para você caro leitor(a), só para estar falando do assunto do momento.

A grande conclusão de tudo isso é que mega recomendo Cidade Invisível, por mais que seja mais uma série ligada a grande realidade traumática do nosso Brasil, o diferencial que possui é esse mundo fantástico e super bem idealizado e transmitido de nossas lendas folclóricas, deixando de lado de vez suas figuras cartunescas e infantis.
Cidade Invisível está disponível na plataforma Netflix!
Corra para assistir senão a Cuca vem pegar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *