(Resenha) Orb – O Ultraman da Amazon Prime Vídeo!

Ultraman Orb é capaz de utilizar as habilidades de seus colegas Ultras para transformar e ganhar seus poderes. Orb é Gai, é um humanoide do planeta O-50 que ao escalar a “Montanha do Guerreiro”, ganhou de uma misteriosa luz um artefato em forma de espada, o Orb Calibur, e com isso o poder de se transformar no Gigante de Luz chamado Ultraman Orb. A série celebra o 50º aniversário da franquia Ultraman e é parte da “Nova Antologia Ultraman” (New Ultraman Retsuden). Sua forma principal é chamada de Specium Zeperion, que combina os poderes do Ultraman original e Ultraman Tiga. Ele ainda possui outras duas formas, Burn Mite (combinação de Ultraman Taro e Mebius) e Hurricane Slash (combinação de Ultraman Zero e Jack). A transformação acontece através do dispositivo Orb Ring, combinação da Espada de Kusanagi (ou Ameno Murakumo) com o Espelho de Yata, dois dos Três Artefatos Divinos do Japão, e é ativado com o uso de cartões chamados Ultra Fusion Cards.

Pronto já fomos introduzidos ao tema e vamos começar a minha resenha!

Sou grande fan de tokusatsus e das várias vertentes dos heróis japoneses, minha infância foi dominada por eles, mas Ultraman era um dos poucos que não me cativavam, deveria ser porque na época se tinha um boom de heróis e o Ultra nunca chegou a ser popular na época.

Navegando em minha Amazon Prime Vídeo, me deparei com o Orb e resolvi dar uma chance, afinal já estava na hora de ver a franquia com outros olhos, por mais que agora o acesso a material de heróis japoneses chega a ser cinquenta vezes mais do que da minha época de infância, ele estava ali a minha disposição de um jeito legalizado.

E não é que Ultraman Orb me conquistou?

Desde a abertura até o encerramento de cada episódio eu não desgrudava os olhos, era bonito de se ver, tudo muito colorido mas nunca esquecendo do padrão Ultra de ser tudo em escala de cinza.

As vezes pode parecer bobo o que estou escrevendo, principalmente para os fans e conhecedores da franquia Ultra, mas tenho que salientar que sou um leigo na franquia e cai do nada no Orb e gostei.

Era uma nostalgia que fazia tempo que não sentia e isso com uma franquia até que atual, poxa estamos falando de 2016.

Toda aquela imagem que eu tinha da franquia Ultra ser algo cinza e sem vida morreu, repito não sou fan e não sigo a franquia então para mim foi novidade.

Até mesmo o clichê de herói e vilão, tudo aquele formato de décadas dos heróis japoneses me conquistou.

E por incrível que pareça teve momentos que eu me surpreendia no decorrer da história, eu soltava algo tipo ” filho da mãe…não acredito!”.

O elenco do Orb é aquele clichê de sempre, o mocinho, o vilão, a mocinha , o nerd e por ae vai.

Mas introduziram, histórias de vida nesses clichês, sonhos, metas, sentimento, assim acaba ficando uma coleção de mini histórias que juntas a história principal acaba deixando a série bem rica.

O SSP (Something Search People) o braço direito do Orb é um caso a parte, sim temos ali muita comédia pastelão, mas sem esse trio com certeza a historia de Orb não se desenvolveria legal é o grande eixo do Ultra com a Terra se for pensar bem.

Por um dos temas centrais da série ser que a Terra precisa ser restaurada, no caso resetada, isso deve ter mexido comigo.

Espero que quando esteja lendo isso toda essa bagunça da Pandemia do Covid-19, que se iniciou no mundo em 2019, e nesse momento em 2021 ainda nos assusta tenha acabado e se está lendo e ainda estamos nesse pesadelo que ele passe logo.

A Pandemia mexeu comigo quando vi a série, me fez ficar pensante, com medo, querer lutar e no fim ver que vamos triunfar!

De novo aquele clichê de herói japonês sabe, mas o mundo real está ruim e essa história de que passamos por grandes desafios, uma grande luta e no final destruímos o monstro gigante que queria dizimar tudo.

Acaba sendo um desejo para a vida real.

Uma série de 2016 que me fez ter esperanças de um bom 2021 e dai para a frente.

Que Ultraman Orb nos inspire a ser humanos melhores.

Ficou curioso e quer conferir a série?

Bora ver hoje mesmo na Amazon Prime Vídeo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *